Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009
Modelo de Análise

Este modelo de análise é baseado nas questões de investigação inciais e provisórias, podendo portanto sofrer alterações quando a questão de investigação estiver finalmente definida.





Desenho metodológico

Etapas

Instrumentos

Participantes

Definição de objectivos

Entrevista semi-estruturada (reunião informal)

Equipa de desenvolvimento da Ubiwhere

Desenho da Interface

 

Investigador/Parceiro na empresa

Criação de conteúdos AV

Investigador

Teste de Interface

Teste de usabilidade

Investigador / Grupo de especialistas / Amostra aleatória / Equipa

Teste da Aplicação

Teste de usabilidade

Investigador / Amostra aleatória / Equipa

Definição de Standard

 

Investigador / Equipa

 

Os participantes serão seleccionados sob a forma de amostragem intencional, na maior parte dos processos, e de forma aleatória em duas situações específicas (Teste de Interface e Teste da Aplicação), os primeiros pela sua conveniência para o desenvolvimento do projecto e os segundos para obter resultados mais gerais e representativos. O investigador estará encarregado de recolher, compilar e tratar os dados resultantes.

 

 




Cronograma e resultados esperados

Segue agora o cronograma geral das actividades do meu projecto de investigação. E por geral, quero dizer provisório e pouco específico. :p Em baixo, um breve texto sobre os resultados esperados para esta investigação.


 


 


Quanto aos resultados esperados, podem dividir-se em dois grupos - resultados práticos e resultados teóricos. Relativamente aos resultados práticos, estes têm directamente a ver com os objectivos gerais do projecto, ou seja, a criação de uma interface para um guia virtual móvel, a criação de conteúdos audiovisuais a incluir nessa plataforma e a definição de um "standard" para o desenvolvimento de aplicações futuras similares. Relativamente aos resultados teóricos desejados, estes passam pelo conhecimento deste tipo de plataforma, quanto a níveis e formas de utilização, ao grau de interacção e aceitação, etc. A recolha de dados a efectuar pretende obter essencialmente informação relativa ao desenvolvimento da aplicação/plataforma, no sentido de a melhorar e afinar até ao resultado final.




Actividade Projecto - Entrevista a mim próprio

Olá, mais uma vez. Não estive presente na aula, portanto não participei nesta actividade. De qualquer forma, achei importante fazê-la. Aí estão as respostas.

De que forma enquadras a tua investigação no actual paradigma da web social?

A minha investigação não se enquadra no paradigma da web social, ainda que possa existir alguma relação, no caso de se implementar um sistema de comentários e de rating na plataforma do guia virtual móvel.

 

De que forma a tua investigação poderá contribuir para alterações de atitudes e comportamentos?

Espera-se que esta investigação e subsequente implementação da plataforma possam alterar a forma como os visitantes de um museu o percepcionam e exploram, passando então a ter um papel mais activo na sua visita. Prentende-se que o museu não seja uma mera exposição de obras, mas sim um espaço alargado de interacção.

A tua investigação centra-se numa lógica de valorização do indivíduo ou de uma organização?

Essencialmente, e de forma objectiva, esta investigação aponta para uma valorização de uma organização, neste caso um museu, ao criar um novo paradigma de visita e dotando a organização de uma mais-valia que permita atrair mais clientes. Por outro lado, se tudo correr bem, esta aplicação deverá permitir também uma valorização do indivíduo, ao dotá-lo de uma certa autonomia, através desta ferramenta de exploração.

A tua investigação explora uma lógica entusiasta ou uma lógica crítica?

Sendo uma investigação de algo recente e que procura a inovação e o desenvolvimento, será mais apropriado adoptar uma lógica entusiasta, nunca negligenciando uma abordagem crítica em doses moderadas.

De que forma a tua investigação actua na inter-dependência tecnologia-sociedade?

A minha investigação actua sobretudo na dualidade tecnologia-sociedade, ainda que não se possa falar numa inter-dependência, já que prefiro considerar esta aplicação como uma mais-valia e não como uma forma de substituição do que é uma tradicional visita a um museu. De qualquer forma, parece-me um bom exemplo do que a tecnologia deve ser para a sociedade.




Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009
Apresentação índice contextualização teórica

Fica aqui a minha proposta de apresentação do índice da contextualização teórica do meu projecto de investigação.

 

 

Cumprimentos.




Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009
Fontes de informação

Apesar de este tema ser recente, e portanto não existir muita informação relativa, consegui recolher algumas fontes de interesse, e com algumas das quais iniciei contacto, de forma a agregar material útil.

 

Vídeo demonstrativo de um guia virtual:

http://www.youtube.com/watch?v=pO00wQ8-hOE

 

Amsterdam Mobile Guide:

http://us.holland.com/iphone/

 

Flick Software:


http://www.mobileinteractiveguide.com/

 

Paper sobre uma proposta de guia virtual:


http://www.medien.ifi.lmu.de/mirw2007/papers/MGuides2007_Santoro.pdf

 

Continuarei a pesquisar referências de interesse relativas a esta temática.




Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009
Pontos comuns com outros projectos

Após uma pesquisa mais ou menos intensiva, encontrei alguns projectos que se alimentam de temáticas aproximadas. Segue a listagem:

 

- Relativamente a questões tecnológicas (um pouco fora da minha área, mas no entanto com ligação ao meu projecto), refiram-se o(s) projecto(s) desenvolvido(s) pela Marília Moita e pelo Ricardo Magalhães. O possível uso da tecnologia RFID aproxima (um bocadinho) os nossos projectos.

 

- Na eventualidade de vir a recorrer a motion graphics, como forma de enriquecimento visual de algum conteúdo produzido, os trabalhos de Pedro Ferreira e Rui Oliveira poderão ser de utilidade.

 

- No campo da produção audiovisual, a um nível geral, e a produção para novos media, especificamente, refiro o projecto da Teresa Oliveira.

 

- Quanto aos conceitos de visita virtual e de informação interactiva, será importante acompanhar o projecto do Pedro Coelho.

 

 

 




Reunião Ubiwhere

Esta reunião foi indispensável para uma melhor definição do trabalho esperado da minha parte, permitindo agora uma maior precisão quanto às questões de investigação, contextualização teórica, etc. Simultaneamente, permitiu-me contactar com futuros "colegas" de trabalho e ter um "cheirinho" do ambiente na empresa.

 

Importa partilhar, desta reunião, os 3 objectivos gerais que foram abordados:

 

- Estudar e construir (a nível gráfico), a interface que servirá como camada visivel do software - isto implica estudar o tema da interface mobile, criar um conjunto de propriedades visuais adequadas à temática específica (museus), respeitando diversos aspectos fundamentais nestes espaços (construção, percurso estabelecido, história, etc.).

 

- Criar os conteúdos audiovisuais (vídeo, imagem, motion graphics, etc.), respeitando as regras de produção audiovisual para novos media.

 

- Estabelecer um possível "standard" para esta aplicação, facilitando uma posterior integração de conteúdos e permitindo uma adequação, a nível geral, a outros espaços do mesmo género. Isto implica estabelecer parâmetros padrão, como formatos, dimensões, interacção, etc.

 

Importa a partir deste momento desenvolver a investigação teórica, analisando o estado da arte e criando uma base informativa com a qual possa definir concretamente os objectivos específicos, tanto a nível de trabalho prático como a nível de dissertação.




Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009
Primeiro Post a sério

Olá!

 

 

Porque escolhi esta temática?

 

Bem, sempre tive interesse em enveredar por um projecto com uma forte componente audiovisual. Conjugando isto com um conceito relativamente recente, e ainda pouco explorado (guia virtual), este projecto despertou o meu interesse, e acredito que criará uma forte motivação da minha parte.

 

Questões de Investigação?

 

Esta parte ainda está muito verde, mas posso adiantar algumas áreas de estudo:

- Qual a tendência de evolução reservada para este tipo de aplicação?

- Quais as regras audiovisuais indicadas para este tipo de aplicação?

- Quais os âmbitos de utilização deste tipo de aplicação?

 

O título da minha investigação deverá enquadrar estas áreas de estudo.

 

O que vou fazer?

 

- Acelerar o processo, de forma a acompanhar o andamento.

- Investigar este tipo de aplicação (tanto a nível de hardware como de software, bem como um estudo do estado da arte).

- Reunir com a empresa, de forma a sintonizar-me com as suas ideias e pretensões, e assim definir melhor o meu projecto.

 

Logo se verá o que não vou fazer.

 

Talvez...

 

- Estude as linguagens de programação utilizadas, de forma a poder participar na parte multimédia do projecto.

 




.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Cenas recentes

. Modelo de Análise

. Desenho metodológico

. Cronograma e resultados e...

. Actividade Projecto - Ent...

. Apresentação índice conte...

. Fontes de informação

. Pontos comuns com outros ...

. Reunião Ubiwhere

. Primeiro Post a sério

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO
.subscrever feeds